RSS Twitter Contato

Minha Conta:

Esqueceu a senha?
  • (0) Comentários
  • Votação:

Cruzeiro cumprirá punição de mando de campo no Campeonato Brasileiro

Possibilidade de pena ser cumprida na Copa do Brasil está descartada

Gustavo Andrade - Superesportes

Publicação:

08/03/2012 17:15

 

Atualização:

08/03/2012 17:22

Marcos Michelin/EM/D.A. Press
Artefato explosivo foi lançado pela torcida celeste perto do goleiro atleticano Renan Ribeiro

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) não acatou recurso do Cruzeiro, em julgamento nesta quinta-feira, e manteve a punição ao clube com perda de mando de campo em dois jogos. A pena será cumprida no princípio do Campeonato Brasileiro, contra Atlético-GO e Sport.

A diretoria cruzeirense já havia consultado a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a respeito da competição em que deveria cumprir a perda de mando de campo. O clube temia jogar longe da capital em confrontos pela Copa do Brasil, o que seria ainda mais prejudicial se o time celeste eliminar os primeiros adversários sem a necessidade de um jogo de volta. Nesse caso, a punição ficaria para confrontos de oitavas e quartas de final.

Nessa quarta-feira, o Cruzeiro eliminou a necessidade do jogo de volta da primeira fase. Em sua estreia, a Raposa goleou o Rio Branco por 6 a 0, na capital do Acre.

Com a punição aplicada a jogos do Campeonato Brasileiro, a diretoria cruzeirense ainda decidirá qual cidade abrigará os jogos contra Atlético-GO e Sport. “A gente estava prevendo jogar em Nova Serrana ou Ipatinga. Pode ser que seja em Varginha. Temos tempo para decidir, ver qual opção oferece mais condições”, afirmou o gerente de futebol, Valdir Barbosa, ao Superesportes.

A punição sofrida aconteceu em função do comportamento de torcedores durante a goleada por 6 a 1 sobre o Atlético, na última rodada do Brasileirão de 2011. Objetos arremessados pela torcida celeste no gramado causaram ao clube a perda de mando de campo em dois jogos, além de multa de R$ 20 mil. O valor também foi ratificado pelo STJD no julgamento desta quinta-feira.

Um primeiro julgamento aconteceu em 21 de dezembro. Naquela ocasião, o Cruzeiro foi punido por unanimidade com base no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir: lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo”.

Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Blog do torcedor

Blogs e Colunas