RSS Twitter Contato

Minha Conta:

Esqueceu a senha?
  • (0) Comentários
  • Votação:

Tabu em jogo no Triângulo

Com quatro times de cada país, Torneio Interligas nunca teve vitória de brasileiro sobre argentino. Uberlândia sedia um dos grupos da edição deste ano

Redação - Superesportes

Publicação:

20/03/2012 07:00

Mais um capítulo da rivalidade sul-americana Brasil x Argentina no basquete começa a ser escrito hoje, em Uberlândia, com a terceira edição do Torneio Interligas, que reúne as quatro melhores equipes do campeonato nacional dos dois países. No Ginásio Sabiazinho, o Pinheiros estreia contra o Lanús, às 19h. Em seguida, às 21h, o time da casa enfrenta o Deportivo Libertad.


As partidas são pelo Grupo A. As quatro equipes que formam o B jogarão a partir de sexta-feira, em Buenos Aires: Obras Sanitárias x Paulistano e Peñarol x Bauru. A fórmula é a mesma da edição passada: os times se enfrentam dentro de cada chave e os primeiros de cada grupo farão a final, em 27 de março.
As quatro vagas brasileiras foram definidas pela classificação do primeiro turno do Novo Basquete Brasil. O Paulistano, que terminou em sexto, ganhou o direito de participar porque Flamengo, então líder, e São José, quinto, optaram por não disputar o torneio. Como segundo colocado, o Uberlândia ganhou o direito de sediar o quadrangular.


Os times tentam quebrar o tabu de nunca terem vencido os hermanos no Interligas. Em 2010, o Brasília foi superado pelo Peñarol na decisão. No ano passado, o Pinheiros perdeu do Obras Sanitárias. O Uberlândia busca seu terceiro título internacional – primeiro de expressão no continente. A equipe do Triângulo venceu o Torneio Cidade de Las Palmas em 2001 e um troféu preparatório no Chile em 2006. E fracassou na decisão da extinta Copa dos Campeões Sul-Americanos em 2005, diante do Boca Juniors.


Vice-campeão do ano passado, o Pinheiros é favorito. Líder do NBB, com 20 vitórias e cinco derrotas, o time paulista conta com os alas Marquinhos e Shamell e o pivô Olivinha.

RETORNO O trunfo do técnico do Uberlândia, Miguel Volcán, é o retorno do armador Valtinho, que ficou parado mais de um mês, em recuperação de contusão no pé. Um dos mais experientes do grupo, ele disputou as duas últimas partidas pelo Nacional, a última delas desde o início – a derrota por 98 a 96 para o Flamengo, sábado. Deve compor o quinteto titular com os alas norte-americanos Robert Day e Robby Collum e os pivôs Luís Gruber e Estevam.

Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Blogs e Colunas