RSS Twitter Contato

Minha Conta:

Esqueceu a senha?
  • (0) Comentários
  • Votação:

UFC 144 tem duelo pelo cinturão dos leves e reencontro para japoneses

Entre os grandes duelos do card principal, Frankie Edgar defende o cinturão dos pesos-leves contra Ben Henderson. O popular 'Rampage' Jackson encara Ryan Bader

Vicente Ribeiro - Superesportes

Publicação:

25/02/2012 00:12

 

Atualização:

25/02/2012 11:49

Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Frankie Edgar (esq) põe o cinturão em jogo contra o perigoso Ben Henderson no UFC 144

O UFC chega à 144ª edição em um momento de lembranças. Palco de grandes combates do MMA no passado, o Japão volta a receber um evento de ponta do esporte tão querido pela população. Depois de 12 anos, o Ultimate Fighting Championship retorna ao país oriental neste sábado, a partir das 23h (horário de Brasília), na Super Arena, em Saitama, com sete lutas no card principal e mais cinco no preliminar.

O destaque do UFC 144, ou UFC Japan – como foi divulgado no país oriental –, é a disputa do cinturão da categoria dos pesos-leves. O atual campeão, Frankie Edgar, invicto desde 2008, defenderá o título contra o perigoso Ben Henderson, que também não perdeu em três combates pela maior organização de MMA do mundo. O combate terá cinco rounds.

Confira como foi a pesagem do UFC 144 no Blog NOCAUTE

Depois de uma luta incrível contra Gray Maynard no UFC 136, em Houston, em outubro de 2011, quando suportou uma série de knockdowns do adversário e venceu por nocaute técnico no quarto round, Frankie Edgar ganhou mais moral no Ultimate. Considerado favorito diante de Henderson, um lutador com mais envergadura, ele aposta na experiência adquirida no octógono.

“A força que eu tenho é o fator experiência. É a quarta vez que disputo o título no UFC, enquanto o Henderson foi campeão do WEC, mas é bem diferente do UFC”, enfatizou o campeão, que não se importa com o fato de enfrentar um oponente mais alto (1,75m contra 1,69m de Edgar). “A maioria dos caras com quem treino são maiores que eu. Estou acostumado”, minimizou.

O desafiante, por sua vez, demonstrou respeito com o campeão. Mas espera pôr em prática a versatilidade no octógono, marca registrada de Henderson. “Frankie é duro, um grande lutador e tem um ótimo queixo, um coração grande. Provou que é um grande campeão. Vai ser divertido dançar com ele. Penso em ser o maior lutador dos pesos-leves de todos os tempos, e para isso preciso vencer grandes adversários”, enfatizou.

Reencontro


Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Quinton 'Rampage' Jackson é muito popular no Japão e vai encarar Ryan Bader com apoio da torcida
O UFC 144 terá mais atrações para os japoneses. Quinton Rampage Jackson, conhecido do público oriental desde quando participou de edições do extinto Pride Fighting Championships, voltará a lutar no Japão. Ele terá como adversário na luta co-principal (a segunda mais importante) o norte-americano Ryan Bader, pela categoria dos meio-pesados.

‘Rampage’ se destacou no Pride enfrentando o japonês Kazushi Sakuraba e brasileiros como Murilo Bustamante, Wanderlei Silva, Ricardo Arona e Mauricio ‘Shogun’ Rua. Com história no Japão, ele encara o retorno ao país oriental como uma espécie de volta para casa.

“É muito importante estar no card. Meus filhos são do Japão, os avós do meu filho também são daqui. Eles nunca me viram lutar no passado e eu tenho muita experiência no Japão. Sinto a falta dos fãs e de lutar aqui, ainda mais agora em que meus filhos virão me ver”, afirmou o ex-campeão dos meio-pesados do UFC, que vem de derrota para o atual dono do cinturão, Jon Jones, no UFC 135, em Las Vegas.

Japoneses em ação

Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Yoshihiro Akiyama lutará diante da torcida
O card principal do UFC 144 terá a presença de lutadores da casa. Yushin Okami, que perdeu para Anderson Silva no UFC 134, no Rio de Janeiro, encara o norte-americano Tim Boetsch. Já Yushihiro Akiyama, outro que foi nocauteado por um brasileiro (Vitor Belfort) vai enfrentar Jake Shields (EUA). Experientes, os dois esperam aproveitar o apoio da torcida para se buscar a reabilitação no Ultimate.

O card preliminar terá mais japoneses em ação no octógono. O mais conhecido é Takanori Gomi, que lutou quatro vezes pelo UFC, mas não tem retrospecto positivo – apenas uma vitória. No último combate, Gomi foi derrotado pelo norte-americano Nate Diaz, por submissão, no UFC 135, em setembro do ano passado.

O card preliminar começa às 23h deste sábado (de Brasília), enquanto o principal tem início previsto para a 1h da madrugada de domingo. Por causa da diferença do fuso-horário, o público japonês assistirá ao evento a partir do meio-dia, com previsão de termino às 16h. Um horário diferente para um evento que promete grandes emoções aos nipônicos.

Card principal

Frankie Edgar x Ben Henderson

Quinton "Rampage" Jackson x Ryan Bader

Cheick Kongo x Mark Hunt

Yoshihiro Akiyama x Jake Shields

Joe Lauzon x Anthony Pettis

Yushin Okami x Tim Boetsch

Hatsu Hioki x Bart Palaszewski

Card preliminar

Takanori Gomi x Eiji Mitsuoka

Norifumi “Kid” Yamamoto x Vaughan Lee

Riki Fukuda x Steve Cantwell

Takeya Mizugaki x Chris Cariaso

Issei Tamura x Tiequan Zhang

Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Blogs e Colunas