RSS Twitter Contato

Minha Conta:

Esqueceu a senha?
  • (0) Comentários
  • Votação:

Boxe

Manny Pacquiao perde cinturão dos meio-médios de forma controversa

Melhor lutador da última década perde para Timothy Bradley na decisão dividida

Ailton do Vale - Superesportes

| Tags: celular 

Publicação:

10/06/2012 09:07

 

Atualização:

10/06/2012 15:26

AFP PHOTO / JOE KLAMAR
Filipino Manny Pacquiao perdeu para o norte-americano Timothy Bradley em Las Vegas

A noite deste sábado vai ficar marcada como uma das mais polêmicas na história do boxe. Depois de sete anos de invencibilidade, o filipino Manny Pacquiao foi derrotado pelo norte-americano Timothy Bradley, na decisão dividida dos juízes, de forma controversa. O duelo, que aconteceu na MGM Grand Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos, teve amplo domínio de Pacquiao. O lutador superou o adversário nos 12 rounds. No entanto, dois dos três jurados da Comissão Atlética de Nevada responsáveis pelo confronto conseguiram enxergar o triunfo de Bradley por 115 a 113.

“Eu fiz o meu melhor, mas o meu melhor não foi o suficiente”, lamentou Manny Pacquiao após o confronto diante de Timothy Bradley.

Com o revés, Manny Pacquiao perdeu o cinturão dos meio-médios da WBO (Organização Mundial de Boxe). O atleta filipino não sofria um resultado negativo desde março de 2005, quando o mexicano Érik Morales o venceu, por decisão unânime, na disputa pelo título internacional vago da categoria super-pena da CMB (Confederação Mundial de Boxe) e IBA (Associação Internacional de Boxe). Depois daquela derrota, Pacquiao conquistou 15 vitórias consecutivas.

O novo campeão dos meio-médios da WBO, Timothy Bradley, não se intimidou com as vaias de parte do público presente na MGM Grand Arena e comemorou o triunfo polêmico sobre Pacquiao. “Eu não acho que ele (Pacquiao) é tão bom quanto todo mundo diz. Eu não senti o seu poder”, debochou o dono do cinturão.

O famoso promotor de lutas de boxe Bob Arum, que faz parte do hall da fama internacional do esporte, fez árduas críticas aos juízes pelo equívoco na pontuação da luta entre Pacquiao e Bradley. “Eu nunca tive tanta vergonha do boxe como estou nesta noite. Você pode acreditar nisso? Antes da decisão ser divulgada eu fui até o Bradley e ele reconheceu a derrota: ‘eu tentei, mas não consegui vencer o Pacquiao. Ele me machucou bastantes, ele é uma fera’”, revelou Arum.

O promotor confirmou que Pacquiao terá sua revanche contra Bradley. O reencontro dos lutadores deve acontecer no dia 10 de novembro deste ano, mais uma vez, na MGM Grand Arena.

Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Blogs e Colunas