Minha Conta:

Esqueceu a senha?
  • (0) Comentários
  • Votação:

Minas-tenistas apostam na torcida para superar o Florianópolis e igualar série

Time mineiro convoca a torcida para difícil compromisso diante dos catarinenses

Vicente Ribeiro - Superesportes

Publicação:

22/03/2012 19:54

 

Atualização:

22/03/2012 20:00

Washington Alves/VipComm
Torcida é grande aposta do Minas
Para derrotar o Florianópolis e empatar a série das quartas de final da Superliga Masculina, o Minas aposta no fator quadra. A presença da torcida é uma das armas que os minas-tenistas pretendem utilizar para levar a melhor diante do adversário no segundo duelo, nesta sexta-feira, às 21h, na Arena Vivo, e levar a decisão da vaga às semifinais para o terceiro jogo.

O Minas se apega ao bom retrospecto em casa, para vencer a primeira diante do Florianópolis, nesta Superliga. Em três confrontos, dois pela fase de classificação, e outro pelas quartas de final, os minas-tenistas saíram derrotados. No único duelo contra o adversário, na Arena Vivo, os catarinenses ganharam por 3 sets a 1, diante de mais de 3 mil pessoas no ginásio da Rua da Bahia.

Agora, com a obrigação de vitória, o Minas aposta as fichas na pressão da torcida na Arena Vivo. “Jogar em casa é sempre um fator muito importante. Convoco a torcida para continuar nos ajudando, do início ao fim. Todos têm que estar conscientes das dificuldades e espero que fiquem do nosso lado, mesmo nos momentos mais difíceis, que já tivemos muitos ao longo da temporada, mas soubemos sair deles”, afirmou o técnico Marcelo Fronckowiak.

“Será um jogo difícil e duro, mas tenho a confiança de que a nossa temporada pode continuar. E contamos com a nossa torcida”, acrescentou o comandante, na expectativa de o Minas aproveitar bem o fator quadra, repetindo o que fez o próprio Florianópolis no primeiro duelo, no último sábado, quando encarou os mineiros com ginásio lotado e fez o dever de casa.

O jovem ponteiro Lucarelli, um dos destaques do Minas nesta Superliga, também espera que a torcida seja um ingrediente a mais para levar o time à vitória, igualando a série com os catarinenses. “Com certeza, jogar em casa é bem diferente. É o lugar que treinamos todos os dias, que conhecemos. Mas o fator principal é poder contar com a ajuda da torcida, que sempre nos empurra. Espero que a nossa torcida faça pressão no adversário, assim como as outras torcidas fazem quando jogamos fora”, frisou.

Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Blogs e Colunas