SÉRIE B

Em casa, Criciúma supera o Vila Nova e continua na busca pelo G4 da Segunda Divisão

Tigre faz 1 a 0 no Heriberto Hulse e foi aos 46 pontos na classificação

postado em 07/10/2016 23:19

Caio Marcelo/Criciúma
Nesta sexta-feira, o Criciúma recebeu o Vila Nova, no Estádio Heriberto Hülse, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Apoiado pela torcida, o time da casa venceu por 1 a 0, chegou aos 46 pontos e segue na luta pelo G4. Já o Vila Nova permanece na parte intermediária da tabela, com 40.

O Criciúma abriu o placar aos 27 minutos do primeiro tempo, após Niltinho converter cobrança de pênalti. O Vila Nova pressionou e buscou o empate, mas não conseguiu reverter o resultado e agora soma 11 derrotas na competição.

Na próxima segunda (10), o Criciúma encara o Bragantino, fora de casa, às 20 horas. Já o Vila Nova joga apenas no domingo (15), e fará o clássico contra o Goiás, no Serra Dourada, com mando do Esmeraldino, às 16 horas.

O jogo

A primeira emoção do jogo aconteceu logo aos quatro minutos de partida. O goleiro Saulo parecia ter a bola dominada, mas acabou dando de graça para Thiago Humberto. Para sorte do arqueiro, ninguém aproveitou o cruzamento do atacante.

A primeira boa chance da partida foi do Vila Nova. Aos sete, após cobrança de falta na intermediária, Reginaldo desviou de cabeça e levou perigo ao gol de Luiz.

O jogo, então, ficou morno, e as equipes pouco criavam na partida. Porém, aos 26, o Criciúma conseguiu rápida troca de passes, e Roberto saiu sozinho na cara do gol, sendo derrubado por Saulo. O juiz marcou pênalti, e Niltinho não desperdiçou, colocando os donos da casa na frente.

O gol animou os donos da casa, que queriam mais. Aos 38, após boa jogada pela esquerda, Jheimy cabeceou sozinho, mas a bola parou na trave. O jogo ficou intenso, e o Vila Nova pressionava, tendo boas chances com Victor Bolt e Joãozinho. O Criciúma respondeu com Roberto, mas o placar seguiu 1 a 0 para os donos da casa.

No segundo tempo, a primeira boa chance foi do time goiano, após bom chute de Fabinho. Porém, o Vila Nova não aproveitou o rebote. A equipe seguiu pressionando, e novamente teve a oportunidade de empatar o confronto, desta vez com Magno que, aos 23, chutou para fora.

A partida ficou tensa, e o placar seguia em aberto. O Vila Nova continuou pressionando, mas não reverteu a desvantagem.

CRICIÚMA 1 x 0 VILA NOVA

CRICIÚMA
Luiz; Paulo Cezar, Raphael Silva (Ferron), Diego Giaretta e Niltinho; Douglas Moreira (Clayton), Barreto (Ricardinho), Caíque Valdívia e Thiago Humberto; Jheimy e Roberto
Técnico: Roberto Cavalo

VILA NOVA
Saulo; Guilherme Teixeira, Vinícius Simon, Reginaldo e Maguinho; Fagner, Geovane, Victor Bolt (Fabinho) e Wellington Simião (Frontini); Christiano (Joãozinho) e Moisés
Técnico: Guilherme Alves

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Data: 07 de outubro de 2016, sexta-feira
Árbitro: Emerson Luiz Sobral (PE)
Assistentes: Francisco Chaves Bezerra Junior (PE) e Charles Rosas Pires (PE)
Cartões amarelos: Paulo Cezar e Clayton (Criciúma); Saulo, Reginaldo, Victor Bolt, Guilherme Teixeira, Maguinho e Vinícius Simon (Criciúma)
GOLS: Niltinho (pênalti), aos 27 minutos do primeiro tempo

Tags: serieb vilanovago criciúma tigre heriberto hulse