RSS Twitter Contato

Minha Conta:

Esqueceu a senha?
  • (0) Comentários
  • Votação:

Renan Barão curte vitória em Londres e entra no ranking 'peso por peso' do UFC

Potiguar manteve o cinturão interino e tomou o lugar de Frankie Edgar na lista

Vicente Ribeiro - Superesportes

| Tags: celular 

Publicação:

19/02/2013 18:49

 

Atualização:

20/02/2013 00:16

Metin Tilki / Divulgação UFC
Renan Barão e o cinturão em Londres: comemoração e entrada no ranking
Depois da vitória por finalização sobre Michael McDonald no UFC on Fuel 7, mantendo o cinturão interino da categoria galo, Renan Barão teve um motivo a mais para comemorar. Ele passou a ocupar um lugar entre os dez melhores no ranking ‘peso por peso’ do Ultimate Fighting Championship, que leva em consideração atletas de todas as categorias.

De acordo com o ranking atualizado do UFC, Renan Barão tomou o lugar de Frankie Edgar na lista dos dez melhores no ‘peso por peso’. O norte-americano perdeu espaço depois da derrota diante de José Aldo (por decisão unânime dos juízes), na edição 156 do evento, que rolou no último dia 2, em Las Vegas, valendo o cinturão do peso pena.

Primeiro colocado no ranking do peso mosca, Renan Barão prolongou a estadia em Londres e aproveitou para visitar locais famosos e badalados da ‘terra da rainha’, como ao Torre e a Ponte de Londres, o Big Bem, o London Eye, o Estádio de Wembley e o Palácio de Buckingham. O retorno ao Brasil deverá ocorrer nesta quarta-feira.

“Deu para conhecer muita coisa. Em quase todos os eventos que lutei, não tive a oportunidade de conhecer a cidade. Valeu a pena. Achei tudo muito bonito”, comentou Renan Barão, posou para fotos com fãs e curiosos, entre eles turistas japoneses, poloneses e canadenses, além de brasileiros que moram ou visitam a cidade. O potiguar não desgrudou do cinturão do UFC nem mesmo para passear pela capital inglesa.

Lutar na Inglaterra, inclusive, tem sido sinônimo de vitória para o brasileiro. Em novembro de 2011, no UFC 138, ele esteve em Birmingham e também ganhou por finalização – bateu o inglês Brad Pickett. “A Inglaterra tem me dado sorte. Antes da primeira luta, não era muito conhecido aqui. Agora, o reconhecimento aumentou bastante. Já me pedem para tirar foto e dar autógrafo. Fui muito bem recebido”, explicou.

Veja o ranking atualizado do UFC


Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Blogs e Colunas

Infográficos