Você está em MG

Rachou

"Bate-boca" entre Mazola e Jael expõe racha no elenco do Sport

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 30/04/2012 10:10

Celso Ishigami /Diario de Pernambuco

Nem mesmo o terceiro triunfo consecutivo em partidas decisivas contra o Náutico foi capaz de maquiar o clima ruim do elenco rubro-negro. Os rumores de insatisfação de parte do elenco com o trabalho do técnico Mazola Júnior ganharam força depois de uma declaração do atacante Jael. Após o empate de ontem, o atacante criticou abertamente o esquema de jogo rubro-negro em entrevista à Rádio Clube. Questionado sobre a atitude do subordinado, o treinador desafiou o atleta a expôr sua insatisfação pessoalmente.

Vale destacar que o rendimento do setor ofensivo do Sport cresceu com a entrada de Jael na vaga de Jheimy. Logo em sua primeira oportunidade, o atacante obrigou o goleiro Gideão a praticar uma boa defesa para evitar o gol rubro-negro. Entretanto, a falta de oportunidades no restante da partida deixou o jogador irritado. “Com o esquema que o Sport está, nem Ibra (Ibrahimovic, do Milan) faz gol”, desabafou.

Questionado sobre a declaração de Jael, Mazola não escondeu sua contrariedade. “Eu gosto que o jogador venha na minha cara. Até o momento, ‘seu’ Jael não veio falar nada para mim. Ele é responsável pelo que fala e eu sou responsável por escalar o time”, rebateu. Em seguida, o treinador voltou a alfinetar o atacante ao justificar o fato de ele ter começado o clássico no banco de reservas. “Conseguimos o resultado lá nos Aflitos. Então, qual a necessidade de a gente se expor? Colocamos mais um homem no meio e tiramos o Jael, que não treinou praticamente nas últimas duas semanas e voltou a ter problemas com a balança”, entregou.

Não foi a primeira vez que um jogador mostrou sua insatisfação com as decisões de Mazola. Antes, o lateral-direito Thiaguinho havia se queixado da falta de oportunidades através do facebook. Apesar de o jogador ter tentando contemporizar o comentário diante da repercussão na imprensa, o atleta acabou escanteado pelo comandante e mutias vezes sequer participa dos coletivos.

Agora, é esperar para saber qual será consequência da declaração de Jael. Afinal de contas, diferentemente do caso de Thiaguinho, o atacante é um dos titulares do time, apesar de ter iniciado o clássico no banco. A situação de Mazola fica ainda mais complicada pelo fato de o jogador ter recebido elogios pelo desempenho no segundo tempo.