RSS Twitter Contato

Minha Conta:

Esqueceu a senha?
  • (0) Comentários
  • Votação:

Copa das Confederações

Céus da capital sob vigilância

Jirlan Biazatti, especial para o Correio

| Tags: celular 

Publicação:

30/04/2013 10:10

Exército e Aeronáutica reforçarão a defesa aérea e antiaérea em 15 de junho. Para controlar os céus de Brasília, a Força Aérea Brasileira criou três áreas de exclusão com tamanhos e acessos de níveis diferentes, a partir do Estádio Nacional. Elas terão vigência no período compreendido entre uma hora antes até quatro horas depois da partida entre Brasil e Japão.

A área branca vai abranger 100km; a amarela, 13km; e a vermelha, 7,4km. As permissões para ingresso nesses espaços só serão dadas para o transporte de autoridades e delegações, aeronaves militares e de segurança pública e aeronaves comerciais de operação regular doméstica e internacional.

Os caças supersônicos Mirage 2000 do 1º Grupo de Defesa Aérea, situado na Base Aérea de Anápolis (GO), ficarão responsáveis por interceptar e até mesmo abater qualquer aeronave suspeita que ultrapasse esses limites. Em terra, o Exército pretende posicionar baterias antiaéreas e mísseis em pontos próximos ao estádio para derrubar qualquer avião ou artefato que invada o espaço aéreo.

Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Blogs e Colunas