RSS Twitter Contato

Minha Conta:

Esqueceu a senha?
  • (0) Comentários
  • Votação:

Vasco

Comandado por Felipe, Vasco elimina Flamengo em clássico eletrizante

Gazeta Press

| Tags: celular 

Publicação:

22/04/2012 18:05

Vasco e Flamengo protagonizaram uma partida eletrizante na tarde deste domingo, no Engenhão, no Rio de Janeiro. Em m duelo que deixou as torcidas com os nervos a flor da pele durante os noventa minutos, a equipe cruz-maltina saiu vencedora por 3 a 2, e decretou a segunda eliminação de seu maior rival neste semestre - o clube da Gávea vem de eliminação na Libertadores, na semana passada.

Felipe marcou duas vezes para o Vasco, e Éder Luís completou, enquanto Várgner Love e Kléberson descontaram para o Rubro-Negro.

O resultado deixa o Flamengo fora das finais do segundo turno e do Campeonato Carioca, um mês sem jogar. Já o Vasco vai enfrentar o Botafogo na decisão da Taça Rio, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), também Engenhão. O vencedor desta partida enfrentará o Fluminense pelo título Estadual de 2012.

O jogo - O primeiro tempo da partida desta tarde foi de tirar o fôlego. O Flamengo, abalado pela recente eliminação na Libertadores e a pressão que jogadores e o técnico Joel Santana vêm sofrendo, começou a partida mais cauteloso. Entretanto, levou sorte num contra-ataque logo aos 2 minutos e abriu o placar.

Kléberson aproveitou uma bola desviada numa tentativa de lançamento de Ronaldinho Gaúcho e tocou de primeira para Love. O artilheiro do amor mais uma vez provou estar em grande fase e não desperdiçou: matou no peito, dominou e tocou na saída do goleiro.

O que se viu nos próximos vinte e cinco minutos foi uma pressão avassaladora do Vasco, em busca do empate, que saiu aos treze. Mas antes teve bola salva em cima da linha, na trave, e grandes defesas do goleiro Felipe.

No lance do empate vascaíno, o meia Felipe chutou de fora da área e o goleiro do Fla deu rebote. Éder Luís foi mais rápido do que a zaga rubro-negra e conferiu.

Mesmo com o emapte o Vasco continuou melhor e pressionando. Mais organizado e ganhando o duelo no meio campo, o time de Cristóvão Borges mandava no jogo, diante de um adversário acuado e sem criatividade.

Aos 19, Felipe mais uma vez salvou o Fla com uma boa defesa num chute de Diego Souza, que se aproveitou de uma furada de Marcos Gonzáles. Só aos 29 o Fla fez Fernando Prass trabalhar, mas sem muita dificuldade, já que Deivid cabeceou em suas mãos ao receber o cruzamento de Léo Moura.

O jogo ficava lá e cá. Aos 32 foi Alecsandro que entrou livre na área e Felipe levou a melhor sobre o atacante ao sair do gol. No contra-ataque rubro-negro, Luiz Antônio fez a torcida gritar gol com um chute na rede pelo lado de fora.

Mas quando finalmente parecia equilibrar o jogo, o Fla foi punido. Aos 40, Junior César entrega uma bola para o meia Felipe do Vasco, que acerta o canto de Felipe de fora da área, e vira o placar: 2 a 1.

O segundo tempo começou da mesma forma que o inicial. No primeiro minuto, Felipe comete pênalti em Alecsandro. O meia Felipe cobra e faz Vasco 3 a 1. O Flamengo desta vez não demorou a reagir, num golaço do meia Kléberson, que percebe o goleiro vascaíno adiantado e arrisca de longe, acertando o ângulo esquerdo.

O gol, porém não mudou o fato de que o Vasco era mais time em campo. Apesar da vantagem no placar, foi o time de São Januário que continuou a criar mais situações de gol e esteve mais perto do quarto gol do que de sofrer o empate.

O Flamengo teve duas grandes chances de chegar ao empate. Aos nove, Léo Moura invade a área e chuta cruzado. Ronaldinho desvia e abola raspa na trave antes de sair. Depois, aos 12, Kléberson cabeceou livre na área, Prass defendeu e R10 chutou para fora no rebote.

O Vasco chegou a ter um gol anulado aos 36 por mão na bola, e no finalzinho quase selou a vitória, não fosse o corte providencial de Welinton, num lance que Diego Souza invadia a área livre.

Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Blogs e Colunas