Você está em MG

É gol!

Léo Gamalho disputa com Neto Baiano a artilharia do Pernambucano

Goleadores de Santa Cruz e Sport em 2014 chegam no clássico como as principais armas ofensivas das suas equipes. Atacante coral diz que artilharia não é meta pessoal

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 26/03/2014 09:01 / atualizado em 26/03/2014 15:54

Yuri de Lira /Diario de Pernambuco , Daniel Leal /Diario de Pernambuco

Neto Baiano não mede palavras. Sem cerimônias, diz o que vem à cabeça. Provoca. Cria polêmica em discursos pouco polidos. Léo Gamalho é o contraste. Não fala demais. Nas suas entrevistas, responde às perguntas em tom tão baixo que, muitas vezes, é impossível até de ouvi-lo claramente. São atletas de personalidades totalmente distintas. Mas, dentro de campo, mostram evidentes semelhanças. Os goleadores de Santa Cruz e Sport em 2014 chegam no clássico como as principais armas ofensivas das suas equipes. Com a lesão do alvirrubro Pedro Carmona, os dois camisas 9 polarizam a disputa pela artilharia do estadual. E seguem discursos nada homogêneos em relação ao assunto.

Léo Gamalho rechaça que o título de goleador do Pernambucano seja uma meta pessoal sua. Prefere pensar, exclusivamente, no estadual. “Não é um objetivo meu (brigar pela artilharia). A ideia é dar o meu melhor a cada partida e o resto é consequência. Não adianta eu dizer que quero ser artilheiro. Estaria mentindo. Meu foco é só que o Santa Cruz saia tetracampeão”, revelou.

Tendo atuado em todas as partidas do Estadual até então, Neto Baiano é bem mais ousado que o atacante tricolor. Recentemente, inclusive, fez projeções otimistas para si mesmo. “Quero estar sempre jogando, ser artilheiro do Brasil, do Pernambucano, de todos os campeonatos que tiver. Quero é ser artilheiro e é por isso que eu brigo”, disparou o rubro-negro.

Números

Léo Gamalho x Neto Baiano

 

Arte/DP

Arte DP