Cruzeiro

CRUZEIRO

Rogério Ceni dá assistências em primeiro treino no Cruzeiro; jovem atacante é destaque

Welinton, de 20 anos, demonstrou ter a mira precisa na primeira atividade comandada pelo treinador

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe / EM DA PRESS)</i>

Depois da coletiva de apresentação, Rogério Ceni comandou a primeira atividade como técnico do Cruzeiro, nesta terça-feira, na Toca da Raposa II. O treinamento, que durou aproximadamente 1h30, teve como destaque o atacante Welinton.

O jovem da base, de 20 anos, demonstrou ter a mira precisa. No treino de finalizações, cada jogador teve duas chances para chutar a gol. E o objetivo era balançar as redes ao menos uma vez. Quem errasse as duas, saía da 'disputa'.

Welinton foi um dos artilheiros do dia. Rogério Ceni observou de perto e chamou o jovem atacante para conversar. Na primeira entrevista como treinador do Cruzeiro, Ceni destacou que dará chance a quem tiver melhor: “Preciso de caras com alma e coração. Aos 20 ou aos 30 anos, tem que deixar o melhor em campo. Tenho que conhecer os jovens jogadores, os mais velhos já enfrentei. Mas o bom jogador sempre tem o seu espaço", disse  Ceni.

Welinton já participou de um jogo do profissional. Ele atuou 20 minutos na derrota do Cruzeiro para o Athletico-PR, por 2 a 0, no Mineirão, em partida da 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Habilidoso com a bola nos pés, Rogério Ceni participou do treino cruzando bolas para os atacante. Fred e Sassá, entre outros jogadores, marcaram com assistências do técnico.


O novo treinador do Cruzeiro aproveitou para conversar com os atletas em campo. Durante o treino, ele dividiu o elenco em dois grupos: goleiros de um lado e jogadores de linha do outro.

Os atletas de linha participaram de uma atividade física. Depois, Ceni chamou o grupo para um treino de troca de passes em um pequeno espaço. Em seguida, os jogadores treinaram viradas de jogo.

O zagueiro Dedé, poupado, não foi a campo. Egídio, Orejuela, Pedro Rocha e Marquinhos Gabriel saíram mais cedo da atividade.

Rogério Ceni terá a missão de resgatar a confiança dos jogadores e fazer o time render mais em campo. Este é um dos piores momento do clube nos últimos anos. A Raposa está na 17ª posição do Campeonato Brasileiro, com 11 pontos. A última vitória na competição foi no dia 5 de maio: 2 a 1, sobre o Goiás, no Mineirão.

O próximo compromisso do Cruzeiro será contra o Santos, neste domingo, às 16h. Rogério Ceni elogiou o técnico da equipe paulista. Sampaoli comanda o líder do campeonato, com 32 pontos.



"Acho que ele é um técnico acima da média, um técnico fora da curva. Merecedor de todo sucesso que tem aqui. Há três anos, fui a Sevilha. O Ganso ainda estava, o Mariano. Não é difícil compreender o por que de o Santos jogar dessa maneira. É uma das equipes mais organizadas, mais difíceis de ser vencida. Gostaria de encontrá-lo mais à frente para ter mais tempo para trabalhar o time. Vamos tentar achar a melhor maneira de confrontar o Santos dentro dos poucos treinamentos, mas com a qualidade dos jogadores que a gente tem", frisou Ceni.

Tags: Rogério Ceni bola treino assistências cruzeiroec