Cruzeiro

CRUZEIRO

Maurício assume artilharia do Cruzeiro no ano e ganha elogios de Enderson

Técnico cruzeirense revelou que fez um desafio tático a Maurício

postado em 01/08/2020 19:04 / atualizado em 01/08/2020 19:18

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Ao marcar o terceiro gol do Cruzeiro na vitória sobre o Patrocinense por 3 a 0, neste sábado, pela semifinal do Troféu Inconfidência, o meia-atacante Maurício, de 19 anos, assumiu a artilharia do time na temporada. Ele tem agora quatro gols, um a mais que atacante Thiago.

O camisa 11 já fez 14 apresentações em 2020: dez pelo Mineiro, três pela Copa do Brasil e uma pelo Troféu Inconfidência.

Maurício deixou o campo realizado não só pelo gol, mas pelo desempenho coletivo. Ele admitiu que teve atuação discreta na vitória por 1 a 0 sobre a Caldense, em Poços de Caldas, pela última rodada da fase de classificação do Mineiro. Na ocasião, foi substituído por Claudinho.

Já neste sábado, o jovem meia-atacante foi mais participativo, incomodou a defesa do Patrocinense e acabou premiado com um gol de cabeça na etapa final.

“Fico feliz de ter marcado o gol, porque eu vinha bem abaixo do que posso produzir contra a Caldense. O professor deu outra oportunidade, eu fiquei pensando que poderia aproveitar muito bem e graças a Deus eu pude ajudar os companheiros tanto com o gol como defendendo lá atrás. Esse é o espírito que a gente tem que ter nessa temporada, porque o nosso objetivo é subir. Acho que a gente está bem confiante e está bem concentrado para esses nossos objetivos”, disse Maurício.

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)


O técnico Enderson Moreira elogiou a atuação de Maurício principalmente pela movimentação e pela atitude na construção de jogadas. “Acho que hoje ele fez um grande jogo. Dos jogos que eu vi do Maurício, este ano, eu confesso que esse foi um dos que ele mais criou situações para poder finalizar. Esteve muito perto de poder fazer mais gols, de dar assistência”.

Mudança de posicionamento

Desde que subiu ao profissional, Maurício vinha sendo mais utilizado pelo lado direito do campo. Com Enderson, o meia-atacante foi escalado pela esquerda pela segunda vez consecutiva. O treinador explicou que a mudança foi um desafio proposto ao jovem para se tornar mais completo e útil ao Cruzeiro

“Um jogador do nível do Maurício, ele precisa ser formado para jogar em ambos os lados. Acho muito pouco produtivo no processo de formação de um atleta que ele se especialize a jogar só de uma forma, só de uma maneira. Então, eu conversei com ele, e trocando ideia, eu falei que seria um desafio para ele também poder fazer aquilo que ele já faz pelo lado direito, que ele possa fazer pelo lado esquerdo. E acho que hoje ele fez um grande jogo”, disse.

“Acho que ele tem entendido muito bem esse processo. A gente não pode, como formador de atletas jovens, limitá-los só a uma faixa do campo, uma posição apenas. É importante que você possa criar nele outras perspectivas, outras oportunidades”, completou Enderson Moreira.

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)


Com a vitória sobre o Patrocinense, o Cruzeiro disputará a final do Troféu Inconfidência na quarta-feira, às 19h, no Mineirão. O adversário será o vencedor do confronto entre Uberlândia e Boa Esporte, a ser realizado neste domingo, às 19h, no Parque do Sabiá, em Uberlândia.

Tags: cruzeiro maurício serieb interiormg enderson moreira patrocinense troféu inconfidência