Cruzeiro

LUTO

Morre Eduardo Silva, o Dudu, ex-preparador físico do Cruzeiro

Profissional não resistiu a um aneurisma sofrido no início de setembro

postado em 16/09/2020 23:08 / atualizado em 17/09/2020 09:45

(Foto: Leandro Couri/EM D.A Press)
Morreu nesta quarta-feira o ex-preparador físico do Cruzeiro, Eduardo Silva. Ele estava internado desde o início de setembro após sofrer um aneurisma cerebral durante um momento de lazer com amigos no interior de São Paulo.

Dudu, como era conhecido o profissional de 49 anos, fazia parte da comissão técnica fixa de Mano Menezes, assim como o assistente técnico Sidnei Lobo. O trio conduziu um trabalho longevo na Toca da Raposa II, entre julho de 2016 e agosto de 2019.

Em suas redes sociais, o Cruzeiro divulgou nota de pesar pelo falecimento do profissional.

“Lamentamos a morte do preparador físico Eduardo Silva, o Dudu, que defendeu a nossa camisa e foi peça fundamental em grandes conquistas, como o bicampeonato da Copa do Brasil em 2017 e 2018.

Ao lado de Sidnei Lobo, Dudu era integrante da comissão técnica de Mano Menezes, sempre foi um profissional exemplar, e era querido por todos. Aos amigos e familiares, nossos sinceros e profundos sentimentos”.

O presidente Sérgio Santos Rodrigues também lamentou a morte do ex-profissional do Cuzeiro. Lamentamos a perda do preparador físico Dudu (Eduardo Silva) que honrou nosso escudo enquanto esteve conosco. Conheci e convivi com ele, um grande profissional, de grande estima de todos na Toca. Meus sentimentos aos familiares.


Mano Menezes soube da morte do amigo enquanto dirigia o Bahia na derrota por 3 a 2 para o Corinthians, na Neo Química Arena, em São Paulo. Ainda à beira de campo, conforme imagens da TV Globo, o treinador estava bastante abatido, pois tinha esperanças em ver Eduardo Silva melhorar para, inclusive, trabalhar no Tricolor de Aço.

No Twitter, Mano prestou sua homenagem a Dudu. Vá em paz, meu grande amigo. Foi um grande privilégio para mim ter percorrido esse caminho ao seu lado. Ficam os ensinamentos. Fica a história que construímos juntos.

Profissional motivador


Eduardo Silva se formou em 1995 pela Escola Superior de Educação Física e Desportos de Catanduva (SP). Posteriormente, especializou-se em fisiologia do exercício pela Escola Paulista de Medicina (EPM), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), e fez mestrado em Ciência do Movimento Humano na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS).

Além do currículo de respeito, Dudu ganhou notoriedade por sua vibração nas palestras motivacionais antes de cada jogo. Em entrevista ao Superesportes publicada em 24 de novembro de 2018, o profissional citou a importância de extrair o melhor de cada atleta independentemente do peso da competição (clique aqui para ler a íntegra).

“Uma coisa é clara: quando a gente deixar de produzir, vai chegar um outro você, um outro eu, seis ou sete anos mais novo, com aquele vigor que tínhamos lá atrás. E sabe o que vai acontecer? Vão se esquecer da gente. Isso é inevitável. Então, precisamos lembrar aos atletas que não é apenas mais uma partida”.

“Tem coisas que quero mostrar aos atletas que vale a pena. Hoje, eles têm 30 anos, amanhã 35. Já fui preparador físico do Dunga, do Lúcio, que era da Seleção, de tantos atletas que pararam, e sabe o que eles gostariam? De voltar à concentração que muitos reclamam. De voltar a dar uma entrevista a vocês porque foram esquecidos (...).  Então, é mostrar a eles: ‘gente, vale a pena, façam com intensidade, abraçam, façam o seu melhor!’”.

Tags: Mano Menezes Cruzeiro luto interiormg futnacional bahiaba Dudu Eduardo Silva