Tênis

TÊNIS

Dois tenistas italianos recebem punição pesada por manipulação de resultados

Integrantes da dupla já foram ranqueados entre os 50 melhores tenistas do mundo

postado em 21/11/2018 15:43 / atualizado em 21/11/2018 16:26

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

AFP PHOTO / Don MacKinnon
Dois tenistas italianos, que chegaram a ser ranqueados entre os 50 melhores do mundo, foram punidos nesta quarta-feira por manipulação de resultados em um evento da ATP em Barcelona, na Espanha, em 2011. Daniele Bracciali, que ainda está em atividade, foi expulso por toda a vida e multado em US$ 250 mil (R$ 947,5 mil), enquanto que Potito Starace, que já se aposentou, está proibido de qualquer envolvimento com o esporte nos próximo 10 anos, além de ter de pagar uma multa de US$ 100 mil (R$ 379 mil).

A Unidade de Integridade do Tênis (TIU, sigla em inglês) anunciou as sanções nesta quarta-feira, após audiência disciplinar realizada em setembro.

A TIU diz que ambos os jogadores foram considerados culpados em duas violações da lei anticorrupção. Um se relaciona com a resolução do resultado das partidas e o outro está relacionado para facilitar as apostas em jogo.

Bracciali, de 40 anos, está atualmente no 100.º lugar em duplas e chegou a ocupar, em 2006, o 49.º posto no ranking de simples, o melhor de sua carreira. Starace, de 37, atingiu a posição de número 27 no mundo, em 2007.

Os dois tenistas italianos, atuando na chave de duplas, chegaram às semifinais em Roland Garros, na França, em 2012.

Tags: manipulação maisesportes tenis