Vôlei

DE VOLTA

Tandara já prepara retorno às quadras com a perda de 16 quilos que ganhou na gravidez

Jogadora disse que ainda pretende perder mais peso para voltar em alto nível

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 01/10/2015 09:54 / atualizado em 01/10/2015 09:59

Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press
Campeã olímpica com a seleção feminina em Londres, a jogadora de vôlei Tandara corre contra o tempo para voltar às quadras depois da gravidez. Ela já perdeu todos os 16 quilos que ganhou na gestação de Maria Clara, que nasceu no último dia 13. “Estou muito feliz, acho que as coisas estão indo como eu planejava”, afirmou a atleta, que atualmente está sem clube. “Só apareceram especulações, agora vou ouvir as propostas de cada time e espero que se resolva o mais rápido possível”.

A jogadora sabe que muitos clubes preferiram esperar a sua recuperação para saber quando que ela terá condições de jogo antes de assinar qualquer contrato. Mas, ao que tudo indica, Tandara já está na mesma forma de quando engravidou, mas pretende melhorar ainda mais. “Esse é meu objetivo. Eu já estava um pouco acima do peso normal quando engravidei, mas meu projeto é ter muito menos, quero perder ainda uns 10 quilos para ficar em forma. Acho que estou tendo uma oportunidade de cuidar melhor da minha alimentação”.

A gravidez inesperada deixou Tandara cheia de dúvidas, até porque veio em um momento que ela era presença certa na Seleção Brasileira e estava muito cotada para disputar os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio. “Foi bem difícil no início, fiquei desesperada, mas depois tive suporte da minha família e do Cleber. Continuei treinando, não deixei de fazer nada e cumpri meu contrato”, explicou. O maior medo era perder a vaga na equipe, mas aos poucos ela foi percebendo que tinha tempo de se recuperar.

Ela sabe que tem o apoio do técnico José Roberto Guimarães, que já avisou que conta com a atleta se ela estiver em forma. “No início o desespero maior foi esse, agora sei que não é bem assim. O Zé deixou bem claro que só depende de mim e acredito que vou conseguir”, disse Tandara, que manteve contatos com o treinador e com a comissão técnica da seleção durante a gravidez. “Ele sempre perguntava como eu estava e isso foi bom, pois me deu uma segurança e me fez acreditar que eu voltaria”.

Sua médica pediu que ela ficasse entre 15 e 20 dias de repouso e em mais duas semanas no máximo Tandara poderá treinar. Ela tem acompanhado suas companheiras de seleção no Campeonato Sul-Americano - o Brasil tem duas vitórias. “Eu estou na torcida. Tenho certeza que elas vão trazer mais um título”, explicou.

A atleta está encantada com Maria Clara. “Ela mama bastante e já engordou. Ser mãe é totalmente diferente. Você aprende a reconhecer o choro, vai aprendendo no dia a dia e aproveitando cada momento com ela”, concluiu Tandara, que mantém a chama olímpica acesa e espera que sua filha a veja nas quadras cariocas em 2016. “Espero que isso aconteça. É o meu objetivo”.

Tags: vôlei tandara selecaobrasileira volei tandara Seleção Brasileira