COPA SUL-AMERICANA

Junior vence Defensa y Justicia e encaminha classificação na Sul-Americana

Em casa, time colombiano aproveitou fator campo e largou em vantagem

postado em 26/10/2018 00:16

 RAUL ARBOLEDA / AFP
O Junior Barranquilla saiu na frente na disputa por uma vaga na semifinal da Copa Sul-Americana. Nesta quinta-feira, a equipe colombiana usou sua arma, o Estádio Metropolitano, onde venceu todos os jogos pela atual edição do torneio, para derrotar o Defensa y Justicia por 2 a 0. Os gols da partida foram marcados por Rafael Pérez e Luis Díaz.

Com o resultado, os argentinos precisarão ganhar a volta por três gols de diferença para avançar no tempo regulamentar, enquanto um novo 2 a 0 leva a partida para os pênaltis. Os colombianos, por sua vez, se classificam com uma derrota por dois gols caso marquem pelo menos um, além do empate e de um resultado negativo por apenas um tento.

A decisão da vaga fica para a próxima quinta-feira, quando as equipes voltam a se enfrentar, agora na Argentina, na La Fortaleza, às 21h45 (de Brasília). O classificado do confronto pega o vencedor do embate colombiano entre Independiente Santa Fe e Deportivo Cali. A primeira partida acabou empatada em 1 a 1.

O jogo

Mesmo jogando fora de casa, o Defensa y Justicia foi quem tomou a iniciativa. Buscando o ataque, a equipe argentina surpreendeu o Junior Barranquilla, que não soube brecar as investidas e viu o adversário finalizar a sua meta três vezes antes dos 20 minutos. No entanto, a falta de pontaria e o goleiro Viera fizeram com que o placar se mantivesse intacto.

Com o decorrer da partida, os mandantes começaram a se sentir mais confortáveis dentro de campo, enquanto os argentinos, percebendo o crescimento do rival, recuaram para o campo de defesa. Assim, os colombianos criaram a melhor oportunidade do primeiro tempo. Sebastián Hernández encontrou Daniel Moreno dentro da área, onde o atacante soltou o pé para carimbar a trave.

Se a postura dos argentinos já era retraída ao final da primeira etapa, ficou ainda mais no segundo tempo. Sentindo o forte de calor Barranquilla, os visitantes subiam cada vez mais ao ataque, enquanto o Junior rondava a área e e chegava cada vez mais perto da meta defendida por Ezequiel Usain. Aos sete minutos, após jogada trabalhada, Daniel Moreno arriscou da entrada da área para boa defesa do arqueiro.

De tanto martelar, os colombianos abriram o placar, e por coincidência o gol nasceu de um contragolpe após uma das poucas subidas do Defensa y Justicia ao ataque na etapa final. Daniel Moreno foi lançado pela ponta direita e cruzou para Luis Díaz. O atacante viu o marcador errar o tempo de bola ao tentar cabeceio, dominou a bola e, dentro da pequena área, não teve dó do goleiro Usain, chutando forte para estufar as redes e dar a vantagem aos donos da casa.

Para melhorar ainda mais a situação dos colombianos nas quartas, o árbitro brasileiro Ricardo Marques Ribeiro assinalou pênalti de Francisco Cerro em Marlon Piedrahita nos acréscimos. Na cobrança, Rafael Pérez bateu com força para converter e colocar o Junior Barranquilla com um pé nas semifinais da Copa Sul-Americana.

Tags: Defensa y Justicia Junior Barranquilla sulamericana