Esporte na TV

ESPORTE NA TV

Alex diz que mau momento do Cruzeiro em campo é reflexo de escândalos ligados à diretoria

Cruzeiro é investigado por supostas irregularidades na gestão de Wagner Pires de Sá

postado em 08/08/2019 05:50 / atualizado em 08/08/2019 04:49

<i>(Foto: Reprodução/ESPN)</i>
Ídolo histórico do Cruzeiro pela conquista da Tríplice Coroa, em 2003, o ex-meia Alex vê relação direta do mau momento do time com a série de denúncias que recaíram sobre a diretoria do clube nos últimos meses. A gestão do presidente Wagner Pires de Sá é investigada, entre outros crimes, por lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e falsidade ideológica. O vice-presidente de futebol Itair Machado chegou a ser afastado pela Justiça em processo movido por conselheiros, que contestam sua nomeação.

Durante o programa Linha de Passe do canal ESPN, na noite dessa quarta-feira, Alex lembrou que, por conta das várias denúncias e da escassez de recursos, o Cruzeiro precisou se desfazer de jogadores que hoje fazem falta. O clube negociou o zagueiro Murilo, o atacante Raniel e o volante Lucas Romero. Também deixaram a Toca o meia-atacante Rafinha, liberado para o Coritiba, e o volante Lucas Silva, cujo contrato de empréstimo com o Real Madrid foi encerrado.


“Falar do Cruzeiro, só do campo, neste momento, é complicado. O Cruzeiro enfrenta um problemaço aí, com o envolvimento de sua diretoria em escândalos grandes. Não adianta a gente querer esconder porque isso reflete no campo a partir do momento que você começa a perder jogadores. Jogadores que num momento como esse poderiam ser importantes, principalmente quando você olha para dentro de campo e vê os seus principais jogadores tendo um rendimento técnico abaixo. É a hora que você vai para o banco e tenta buscar alguém e você vê hoje que ele foi buscar na base. Normalmente, meses atrás, quando olhávamos, era um elenco do Cruzeiro um pouquinho mais recheado. Então, devido a todos esses escândalos, todas as coisas vão se perdendo e acaba escapando pelo dedo. E como é uma coisa natural no Brasil, a troca de treinador, o próprio treinador já colocou o cargo à disposição na última rodada do Campeonato Brasileiro. Agora, o principal pra mim, é a situação da parte técnica do jogador, o que o jogador está entregando. E o time do Cruzeiro está entregando pouco. Mesmo a gente colocando alguma coisa na conta do treinador, de um repertório pequeno, tecnicamente o momento do jogador do Cruzeiro é baixo, e isso não há treinador que resista”.

Alex fez sua análise antes mesmo da saída de Mano Menezes ter sido confirmada. O treinador deixou o cargo após a derrota por 1 a 0 para o Internacional, no Mineirão, no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil.



Tags: demissão queda mano internacionalrs copadobrasil cruzeiro alex cruzeiroec