Santa Cruz

SANTA CRUZ

Santa Cruz é derrotado em casa pelo Sampaio Corrêa e praticamente dá adeus à Série A 2015

Tricolor ainda tem chances matemáticas, mas está apenas na décima colocação

postado em 18/11/2014 23:48 / atualizado em 19/11/2014 01:39

Yuri de Lira /Diario de Pernambuco

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
O sonho ficou distante. Beira agora o impossível. Depois da derrota desta terça-feira, o Santa Cruz está praticamente fora da disputa pelo acesso. No Arruda, o Tricolor não passou pelo Sampaio Corrêa. O 2 a 0 sofrido, aliado a outros resultados da rodada, deixa os corais estacionados numa distante décima posição. O quarto jogo seguido sem vitória e uma das piores apresentações da equipe nesta Série B tornou o clima pesado no clube. Quando o árbitro acabou a partida, os torcedores que restaram no estádio não pouparam ninguém do time. Sobretudo o técnico Oliveira Canindé.

O Santa Cruz entrou em campo já ciente que não figuraria no G4 ao término da rodada. Diferente das duas últimas partidas, a sorte tirou folga dos corais. Por si só, as vitórias do Atlético-GO e Avaí, que começaram os seus jogos às 18h30, impossibilitavam qualquer chance de ingresso do Tricolor no grupo dos quatro melhores da competição.

Devido à pintura do anel superior do Arruda, a diretoria decidiu fechar o local e recolocar todo o público para a parte de baixo das arquibancadas. Mesmo com os torcedores aglomerados num mesmo setor, o estádio não pulsou tanto como em outras vezes. Sem ganhar há três jogos, a torcida visivelmente esfriou o ímpeto pelo acesso e não compareceu em peso. E quem marcou presença não havia digerido ainda os últimos resultados na Segundona. Por menor que fosse o erro de qualquer jogador, contestações eram logo escutadas.

De fato, o Santa Cruz iniciou o jogo capengante. Foi o Sampaio Corrêa que tomou as rédeas. Os corais erravam na construção das jogadas. Natan e Wescley eram apagados. As investidas de Keno e Tony pelos lados foram as únicas saídas para o ataque. Quando o adversário tinha a bola, a defesa tricolor era passiva. Inaceitavelmente omissa na marcação.

A derrota
As vaias na hora do intervalo não surtiram efeito. Logo com três minutos da etapa final, o Sampaio fez um gol. Devido à falha bizarra da defesa do Santa. Canindé tirou Keno para pôr Pingo logo em seguida, Ouviu "burro" em uníssono. O primeiro e mais leve dos xingamentos até o fim da partida. Os corais estavam perdidos em campo. Não criaram quase mais nada. Luiz Otávio ampliou aos 23. Parte da torcida foi embora. Os que ficaram, vaiavam o Santa Cruz. Gritavam "olé" para os visitantes.

Santa Cruz 0
Tiago Cardoso; Tony, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Sandro Manoel, Memo (Cassiano), Natan (Emerson Santos) e Wescley; Keno (Pingo) e Léo Gamalho. Técnico: Oliveira Canindé.

Sampaio Corrêa 2
Rodrigo Ramos; Daniel Damião, Mimica, Luiz Otávio e Willian Simões; Marino, Jonas (Róbson Simplício), Uillian Corrêa e Hiltinho (Márcio Diogo); Siloé (William Paulista) e Válber. Técnico: Vinícius Saldanha

Local: Arruda (Recife-PE). Horário: 20h50. Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES). Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Marrubson Melo Freitas (DF). Gols: Válber (3' do 2T, Sampaio); Luiz Otávio (23' do 2T). Cartões amarelos: Keno e Everton Sena (Santa Cruz); Uillian Corrêa, Siloé e Jonas (Sampaio). Público: 14.609. Renda: R$ 147.727.
{'id_site': 18, 'imagem_destaque': 'ns18/app/foto_12711703576/2014/11/19/997/20141119002552211236e.jpg', 'id_content': 2986385L, 'url': 'https://www.superesportes.com.br/app/18,51/2014/11/19/galeria_santa_cruz,997/fotos-santa-cruz-0-x-2-sampaio-correa.shtml', 'titulo_destaque': 'Fotos: Santa Cruz 0 x 2 Sampaio Corr\xeaa', 'id_pk': 997L, 'id_conteudo': 2986385L, 'id_aplicativo': 7, 'meta_type': 'foto', 'titulo': 'Fotos: Santa Cruz 0 x 2 Sampaio Corr\xeaa', 'id_treeapp': 51, 'descricao_destaque': 'Ap\xf3s ser derrotado em casa pela Bol\xedvia Querida, Tricolor praticamente d\xe1 adeus \xe0 briga pela vaga na S\xe9rie A 2015', 'schema': 'foto_12711703576'}