Sport

SPORT

Após um ano e sete meses, técnico Eduardo Baptista deixa o Sport e vai dirigir o Fluminense

Anúncio feito no início da noite desta quinta-feira pegou a todos de surpresa

postado em 17/09/2015 19:30 / atualizado em 18/09/2015 08:20

Daniel Leal /Diario de Pernambuco , João de Andrade Neto /Superesportes

Ricardo Fernandes/DP/D.A Press
O empate contra o Joinville foi o último do técnico Eduardo Baptista a frente do Sport. Nesta quinta-feira, o treinador foi anunciado oficialmente como novo treinador do Fluminense. O contrato do com o clube carioca é de um ano e meio. Eduardo deixa o Leão após um ano e sete meses, período em que conquistou 55 vitórias, 35 empates e 37 derrotas. Além dos títulos da Copa do Nordeste e do Campeonato Pernambucano do ano passado.

O treinador está no Rio de Janeiro, onde acompanhava a delegação rubro-negra, que enfrenta o Vasco da Gama, domingo, no Maracanã. A reportagem do Superesportes tentou contato com o treinador, assim como com o presidente rubro-negro, João Humberto Martorelli, e o vice-presidente de futebol, Arnaldo Barros. Todos sem sucesso.

A passagem no Leão
Eduardo Baptista passou por altos e baixos no Sport. Após assumir o time ainda interinamente (em 30 de janeiro do ano passado), como então preparador físico do clube, acabou sendo campeão da Copa do Nordeste e do Campeonato Pernambucano, em 2014. Começava a escrever a sua história, deixando de lado apenas a alcunha do “filho de Nelsinho Batista”.

No mesmo ano em que virou técnico, porém, conheceu a sua primeira crise. Na ocasião, ficou oito jogos sem vencer na Série A e acabou dando a volta por cima - sempre bastante credenciado junto à diretoria. Diferentemente do ano da sua estreia como treinador, 2015 foi um ano mais difícil para Eduardo desde as primeiras competições.

Após começar com bons resultados o Nordestão e o Estadual, o treinador acabou sendo eliminado em ambas as competições na mesma semana. Primeiro pelo rival Bahia em uma quarta-feira e, no domingo seguinte, pelo surpreendente Salgueiro. Mais uma vez, o técnico conseguiria dar a volta por cima com o apoio da diretoria.

Na Série A, o técnico do Sport virou sensação. Foi apontado como o principal responsável pela irretocável campanha da equipe, que chegou a liderar a competição por 5 rodadas e só conheceu a sua primeira derrota no 12º jogo - contra o Atlético-MG. Foi quando o time começou a desandar. O time venceria a sua última partida na 14ª rodada, contra o São Paulo. Depois, só frustações, com o Leão caindo pelas tabelas.

A mesma diretoria que, por vezes, tratou de segurar Eduardo com uma blindagem incomum no cenário nacional, voltou a protegê-lo. A pressão exacerbada da torcida e uma tentadora proposta do Fluminense trataram de colocar um ponto final na história de Eduardo no Sport após mais um empate do clube na Série A, o 13º em 26 partidas.

Passagem de Eduardo Baptista
como técnico do Sport

1 anos e 7 meses
127 partidas
55 vitórias
35 empates
37 derrotas

53% de aproveitamento


Quando estreou

30 de janeiro de 2014
Náutico 0 x 3 Sport - Copa do Nordeste

2 títulos
Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano (ambos 2014)

{'id_site': 18, 'imagem_destaque': 'ns18/app/foto_12711703576/2015/01/29/1063/20150129185413373016o.jpg', 'id_content': 3037225L, 'url': 'https://www.superesportes.com.br/app/18,56/2015/01/29/galeria_sport,1063/fotos-a-trajetoria-de-eduardo-baptista-no-comando-do-sport.shtml', 'titulo_destaque': 'Fotos: A trajet\xf3ria de Eduardo Baptista no comando do Sport', 'id_pk': 1063L, 'id_conteudo': 3037225L, 'id_aplicativo': 7, 'meta_type': 'foto', 'titulo': 'Fotos: A trajet\xf3ria de Eduardo Baptista no comando do Sport', 'id_treeapp': 56, 'descricao_destaque': 'Ap\xf3s um ano e sete meses, t\xe9cnico deixou o Le\xe3o e acertou contrato de um ano e meio com o Fluminense', 'schema': 'foto_12711703576'}