Mais Esportes

OLIMPÍADA

Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) usa eventos-testes para realizar exames

Equipe faz trabalhos nos bastidores para controle de dopagem

Das nove modalidades que já realizaram seus eventos-testes, apenas em uma, no ciclismo de estrada, a Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) não esteve presente. Em todos os outros, os técnicos puderam atuar em condições similares às que encontrarão nos Jogos Olímpicos e, assim, preparar o terreno para o imenso desafio que terão pela frente em 2016.

"No ciclismo não fomos acionados porque a Federação Internacional explicou que não era uma prova com distâncias oficiais e que o objetivo era, principalmente, testar o percurso", afirmou Martha Dallari, diretora de relações institucionais da ABCD, ressaltando que a atuação da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem está condicionada às decisões das federações internacionais das modalidades.

Nos oito eventos-testes em que atuou, a ABCD realizou 113 testes antidopagem, dos quais 101 foram feitos com amostras de urina e 12 com amostras de sangue. Os resultados dessas análises são encaminhados diretamente às federações internacionais de cada modalidade, que são responsáveis pela divulgação em caso de resultado analítico adverso.

Nesta semana, está sendo disputado o evento-teste de tiro com arco no Rio de Janeiro e, até dezembro, o calendário prevê o mesmo para nove outras modalidades - ciclismo BMX, ciclismo mountain bike, bocha, tênis de mesa, hóquei sobre grama, badminton, canoagem slalom, boxe e tênis. Pelos planos da ABCD, 175 testes antidopagem deverão ser realizados em 2015.

Apesar da importância da atuação nos eventos-testes, o número de testes realizados nessas competições representa uma fatia pequena do trabalho que a ABCD programou até o fim do ano. "Pretendemos fechar 2015 tendo realizado cerca de 2.500 testes no Brasil", ressalta Marco Aurelio Klein, secretário nacional para a ABCD.

 

Desse total, 45% deverão ser feitos fora de área de competição e o restante durante eventos esportivos de vários níveis (nacionais, internacionais e eventos-testes) disputados no país.